QueM Sou eu

Minha foto
Irreverente e dominado pelo desejo de realizar mudanças em mim e em tudo e todos a minha volta; um pouco de louco, um pouco de santo, altruista e insano; um poeta, um ator; um homem com sorriso radiante e encantador, um bonitão na pista de dança esperando ser convidado para dançar; um ser excentrico e anormal. Prazer em conhece-lo (a) meu nome é Saymon, Alân Saymon.

domingo, 18 de setembro de 2011

CoM o PaSSaR DoS aNoS...

Criamos um mundo só nosso onde extraímos da tristeza vales de alegria e entusiasmo e da maldade gestos de solidariedade e benevolência quando estes nos faltavam  preenchendo as vidas um do outro com esperança e sede por mudanças...

Houveram conflitos entre nós, é verdade, porém deles obtivemos frutos avermelhados que ao final das brigas nos satisfizeram e acrescentaram em nossas almas viventes de espíritos tão amavéis, um grau de maturidade e experiência talvez muito além do que poderíamos lidar; absolvemos tudo que eles queriam nos dizer inclusive pelas palavras nunca pronunciadas e as historias jamais contadas, mas claramente ditas em suas linguagens corporais tão integras e sinceras...

Humanização, solidariedade, compreensão, companheirismo e empatia foram-nos ensinados e nem preciso dizer que hoje estes fatores fazem parte de nosso caráter, mesmo para aqueles que não tiveram a oportunidade de desenvolve-los em suas personalidades enquanto crianças, basta observar-nos criando flores com folhas de papel para satisfazer e embelezar a ausência d'um jardim de emoções no coração de alguém...

Já não somos aqueles adolescentes cheios audácia, mas sem duvidas permanecem em nos todos aqueles sonhos em nossa vida adulta, sonhos que se modificaram, amadureceram e parte se realizaram mas que não se perderam em hipótese alguma, mesmo com o passar dos anos...

Continuaremos tentando extrair agua em pedras, quando acharmos necessário, mesmo com o passar dos anos...


Escrito em homenagem a meus eternos amigos: Izamir, Cristiano, Elizabeth & Emmanuelly além daqueles que diretamente influenciaram na construção de toda esta essência que relato: Suzana, Glauce Jelle, Ana Lúcia & AnÁxe...

Um comentário:

  1. Uma visão bonita e otimista, coisa relativamente rara hoje em dia.

    =**

    ResponderExcluir